Notícias

Como realizar o slump test ao receber concreto na obra?

Como realizar o slump test ao receber concreto na obra?

Um procedimento comum realizado ao receber concreto usinado na obra é o “slump test” ou teste de abatimento do concreto, com ele é possível determinar a consistência do material, neste artigo abordaremos como esse procedimento é feito, quais cuidados devemos tomar e qual a importância para a concretagem.

 

O que é o "slump test"?

 

“Slump test” ou teste de abatimento, é um procedimento realizado com a intenção de medir a consistência do concreto, com esta é possível determinar a trabalhabilidade do material. A trabalhabilidade, por sua vez, é uma característica muito importante, pois determina a facilidade com que este pode ser manuseado e moldado, concretos com baixa trabalhabilidade são em geral secos (baixa relação água/cimento e não utilização de aditivos) e por conta disso, são mais difíceis de manusear, nesses casos é necessário um cuidado especial para evitar a formação de “bicheiras”. Concretos com alta trabalhabilidade (alta relação água/cimento e/ou uso de aditivos) são altamente fluidos e fáceis de moldar, como é o caso do concreto bombeável.

Devido a importância de se medir a trabalhabilidade do concreto no canteiro de obras antes da aplicação do material sobre as formas, o “slump test” se tornou um procedimento padronizado, a NBR NM 67, determina os passos necessários para a realização do mesmo.

 

Como é realizado o teste de slump?

 

Para a realização do ensaio a NBR NM 67 estabelece três equipamentos padronizados obrigatórios, o primeiro é um molde na forma de um tronco de cone oco com as seguintes dimensões internas:

- Diâmetro da base inferior – 200mm;

- Diâmetro da base superior - 100mm;

- Altura – 300mm.

 

É necessário também uma haste de compactação feita, em geral, de aço, de formato circular com diâmetro de 16mm e 600mm de comprimento, e por último, uma placa metálica para servir como base, ela deve ter dimensões superiores a 500mm e espessura de pelo menos 3mm.

De posse destes materiais, o operador responsável pela realização do teste, deve posicionar o molde sobre a placa metálica e preenchê-lo com 3 camadas de concreto, cada uma com aproximadamente um terço da altura, para cada camada preenchida, o operador deve compactar o material por meio de 25 golpes, utilizando a haste de compactação.

Após o preenchimento das 3 camadas, o operador deve retirar o molde com um movimento vertical constante, tomando cuidado para não submeter o concreto a esforços horizontais, esse processo deve durar até 10s, evitando assim comprometer os resultados. Assim que o molde for retirado, deve-se medir a diferença de altura entre o molde e o corpo de concreto, esse valor é o slump ou abatimento do concreto.

É importante dizer que o abatimento do concreto deve ser medido em milímetros, considerando uma margem pequena margem de erro, o resultado pode ser apresentado, por exemplo, da seguinte forma: 60mm ± 10mm.

A operação completa descrita acima, deve ser feita sem interrupções e deve durar no máximo 150s ou 2 minutos e 30 segundos, isso serve para garantir a integridade dos resultados.

            

Qual a importância do teste de slump na concretagem?

 

Antes do concreto chegar no canteiro de obras, deve existir a preparação dos procedimentos de concretagem, esses procedimentos envolvem as características do concreto pedido às concreteiras, preparação das formas e armaduras, entre outros. Isso é importante porque no momento da preparação das formas e das armaduras, já se sabe as características do concreto que irá ser utilizado, portanto, é essencial para o sucesso da concretagem, que o material recebido esteja de acordo com o que foi determinado em projeto, neste sentido, a consistência do concreto tem uma importância ímpar.

Há situações onde haverá a necessidade de se bombear o concreto a uma determinada altura, como é o caso de lajes de pavimentos de edifícios, e nesses casos, o slump do concreto deve ser alto, em outras situações mais comuns, o abatimento do concreto pode ser mais baixo, e desta forma a resistência fica menos comprometida, para cada caso é preciso avaliar e garantir que o concreto recebido tenha as mesmas características do concreto pedido.

Outro motivo importante para se realizar o teste de abatimento, é prevenir o surgimento de “bicheiras” no concreto, dependendo das características do elemento estrutural a ser preenchido com concreto, pode ser que os espaços entre as barras de aço sejam muito pequenos (algo comum em vigas de transição), e nesses casos, a fluidez do concreto pode garantir que não haja surgimento de patologias após a concretagem, tudo isso deve ser previsto com antecedência, e conferido no momento de receber o concreto usinado na obra.

 

Quais cuidados devem ser tomados ao realizar o slump test? 

 

Alguns cuidados devem ser tomados para garantir que os procedimentos para a realização do teste de abatimento sejam feitos de forma correta e apresentem os resultados esperados. Um dos cuidados está no momento de se retirar o molde após o preenchimento das camadas, a NBR estabelece que se houver algum tipo de desmoronamento, o ensaio deve ser totalmente desconsiderado e realizado novamente do início.

Outro cuidado importante está relacionado as características do concreto usinado que chega ao canteiro de obras, pode ser que, ao determinar o slump do material, chegue-se a conclusão de que o concreto está muito seco, isso pode ocorrer se o abatimento medido for menor que o pedido, nessa situação, o operador pode cometer o equívoco de mandar colocar mais água na mistura, o que é uma pratica não recomendada que irá comprometer as características do concreto. O correto a se fazer neste caso, é coletar outra amostra do caminhão e refazer o teste, de qualquer forma, se os valores encontrados continuarem a ser divergentes, o responsável pelo pedido pode rejeitar o caminhão.

Uma dúvida muito recorrente em relação ao slump é sobre qual o valor ideal para a concretagem, a verdade é que não existe um valor definido, o abatimento está diretamente relacionado as características do elemento estrutural, diferentes elementos do mesmo projeto podem exigir diferentes valores de slump, por isso, é essencial analisar cada caso de forma única.

Medir a consistência do concreto antes do início da concretagem pode evitar problemas maiores que seriam detectados durante o processo, gerando estresse e retrabalho desnecessário, por isso, o “slump test” deve ser realizado para cada caminhão de concreto que chega no canteiro de obras.

Atualmente, o caminhão betoneira possui um medidor de slump que indica a consistência do concreto em função do esforço que a betoneira é submetida ao misturar e homogeneizar o concreto usinado. O slump é apresentado através da leitura do visor no próprio equipamento.
 

Revisado por Eng. Bruno Reganati em 21 de julho de 2019

loader pagina