Blog do Concreto

5 motivos para se utilizar concreto usinado

5 motivos para se utilizar concreto usinado

Entre os materiais utilizados em uma construção, o concreto com toda certeza tem seu lugar de destaque, ele é um dos materiais mais consumidos e portanto, tem influência na obra como um todo. Pensando nisso, é importante entender qual é a melhor solução para cada tipo de obra, neste artigo, trataremos de 5 motivos para se utilizar concreto usinado na construção civil. 

Qualidade

Para qualquer produto ou material, qualidade é simplesmente indiscutível, se um produto não tiver qualidade, ele não deveria sequer ser comercializado, portanto, não vamos discutir sobre qualidade exatamente, mas sim, sobre como as propriedades e características do concreto usinado superam as do concreto convencional batido em obra.

Existem 3 pontos principais para se avaliar a qualidade do concreto: resistência, durabilidade e homogeneidade. Estas 3 características são as mais importantes para determinar se um concreto tem qualidade ou não, no entanto, não é muito difícil de se medir isso no momento da concretagem, por isso, o processo de preparação de concreto é crucial para determinar se as características do concreto serão satisfatórias.

Em relação a resistência, existem normas que determinam um valor mínimo de resistência para determinadas situações onde o concreto será aplicado, isso significa que, a resistência mínima a ser atingida pode variar a depender do local e das condições do meio ambiente. A resistência do concreto está diretamente relacionada as características dos materiais envolvidos na fabricação (areia, brita, cimento e a presença ou não de plastificantes), e o próprio processo de fabricação em si, portanto, é preciso ter controle sobre estes dois aspectos para garantir o sucesso do produto final.

A qualidade dos materiais envolvidos no processo de fabricação não varia muito de região para região, portanto, não é difícil manter um padrão em relação as matérias primas do concreto, principalmente o cimento que é vendido em todas as partes do país e do mundo. O problema em relação a resistência ocorre geralmente no processo de fabricação, o concreto feito no local da obra, independente se foi feito manualmente ou com uso de betoneira elétrica, não tem propriedades de resistência confiáveis, uma vez que, o processo de dosagem de materiais não é feito corretamente e a qualidade das ferramentas envolvidas deixam a desejar.

No caso do concreto usinado, os dois problemas existentes no processo de fabricação do concreto convencional virado em obra deixam de existir, todo o processo de dosagem de materiais é feito na indústria, e por isso, tem um índice de confiança muito maior, ao mesmo tempo, o processo de fabricação do concreto, seja ele feito na própria usina de concreto ou dentro do caminhão betoneira, é feito de forma controlada e com equipamentos especializados, isso garante que o concreto usinado tenha qualidade muito superior ao concreto convencional feito no local da obra.

A durabilidade é uma característica subjetiva, não há como medir com antecedência quanto tempo vai durar uma obra feita em concreto, o que se faz na prática é determinar um período de tempo mínimo para que a construção possa ser utilizada sem a necessidade de grandes manutenções ao longo da vida útil. Em geral, uma construção feita em concreto deve durar pelo menos 50 anos, isso é o que entendemos por durabilidade do concreto, e esta característica está diretamente ligada a qualidade do concreto como descrevemos acima.

Como não podemos medir a durabilidade do concreto com antecedência, utilizamos outras métricas que nos dão uma ideia a respeito disso, para garantir que a vida útil do concreto seja igual ou superior a 50 anos, é preciso garantir que a qualidade do material seja elevada e o processo de concretagem seja feito de forma correta. Em relação a qualidade, é valido tudo o que descrevemos anteriormente, se garantirmos que o material seja produzido com materiais na proporção correta e com equipamentos especializados, estamos aumentando a durabilidade do mesmo. No entanto, o processo de concretagem tem um peso muito grande na durabilidade da estrutura como um todo, isso significa que mesmo um concreto de qualidade pode não durar os 50 anos definidos por norma.

Para que o processo de concretagem seja feito de forma correta, é preciso garantir que todo o processo seja planejado e muito bem executado, o concreto precisa ser fabricado e lançado nas formas em espaço curto de tempo, cerca de 2 horas, se isso não ocorrer como planejado, as interferências na cura do concreto vão influenciar diretamente na vida útil da estrutura, por esse motivo, utilizar o concreto usinado pode ser de grande ajuda, uma vez que existe a possibilidade de se preparar e entregar o concreto rapidamente, evita-se diversos problemas logísticos que gerariam problemas dentro do canteiro, além de reduzir a necessidade de mão de obra no canteiro de obras no momento da concretagem, o que por si só, já ajuda no controle da execução. 

Quando falamos em homogeneidade, nos referimos a uma mistura que foi feita entre materiais distintos e que apresenta as mesmas propriedades em todo seu volume. Em relação ao concreto, é essencial que as propriedades do material sejam iguais ao longo de toda a estrutura, se houver materiais com características ao longo de um elemento como uma laje por exemplo, certamente ocorrerão fissuras que irão diminuir a vida útil da obra, por isso, a homogeneidade é uma característica presente nos concretos de qualidade.

Quando comparamos a homogeneidade do concreto usinado com a do concreto feito em obra surgem as disparidades, é muito difícil executar dois volumes de concretos com as mesmas propriedades no canteiro de obras, isso se deve as falhas durante o processo de dosagem dos materiais e a qualidade dos equipamentos envolvidos. Por isso, é mais sensato utilizar concreto usinado, com ele, é possível pedir grandes volumes de concreto e ter a certeza de que as propriedades dos materiais envolvidos serão muito próximas, isso se torna tão importante quanto maior for a obra, além de que, a homogeneidade também tem influência na durabilidade da obra como já discutimos anteriormente. 

Segurança

A segunda razão pelo qual devemos utilizar concreto usinado em nossas obras é o fato dele promover maior segurança ao processo de concretagem. Quando falamos em concretagem, estamos nos referindo a todo processo que começa com a preparação das formas, ferragens, escoramento e preenchimento, tudo isso depende do tipo de concreto que será utilizado para o preenchimento das formas, se for concreto usinado, o canteiro de obras ficará mais “limpo” devido a menor necessidade de mão de obra no local no dia de preencher as formas, além disso, a disposição das armaduras poderá ser feita com menores espaçamentos, uma vez que é possível controlar com maior precisão a fluidez do concreto usinado.

A segurança obtida com a utilização do concreto usinado vem de dois fatos importantes, o primeiro deles, é o fato de que, quanto menos pessoas estiverem trabalhando simultaneamente em uma única tarefa e em um mesmo espaço, menor é o risco de acidentes, por isso, utilizar concreto usinado pode, indiretamente, reduzir o índice de acidentes no canteiro de obras. O segundo é o fato de que, todo o processo logístico no dia da concretagem, que envolve, produção, transporte, entrega e preenchimento, acaba sendo planejado com antecedência, pois, dependendo da quantidade de caminhões a serem utilizados, será preciso que a produção de concreto na usina seja feita de forma assíncrona, ou seja, será necessário considerar um atraso para garantir que o período de pega do concreto não seja atingido antes de todos os caminhões despejarem seu conteúdo. Isso pode ser facilmente controlado na indústria, no entanto, se o processo precisar ser feito no canteiro de obras, certamente haverá perdas de materiais durante o processo.

Outro fator que influência na segurança do processo como um todo, é o fato de que algumas empresas que vendem concreto usinado já dispõe de tecnologia de rastreamento de concreto, isso garante que a entrega será feita no prazo definido para as pessoas certas com um nível altíssimo de qualidade e confiabilidade. 

Produtividade

Sem dúvidas, a produtividade na construção civil é um dos indicadores mais importantes para o construtor e para as empresas. A produtividade na construção pode ser entendida como a qualidade em que uma determinada tarefa pode ser executada no menor período possível, portanto, qualidade e tempo são os dois fatores fundamentais para se avaliar a produtividade em qualquer etapa da obra.

Para garantir que exista qualidade, é preciso ter equipamentos de qualidade, mão-de-obra qualificada e materiais de primeira linha, todos esses fatores podem ser selecionados pelas empresas que estão gerenciando a construção, portanto, a produtividade é resultado de escolhas que foram feitas no período de planejamento da obra. No que se refere a equipamentos, é preciso garantir a manutenção periódica das ferramentas e máquinas utilizadas, quanto maior for o cuidado em relação a isso, menos tempo se perde para executar tarefas rotineiras. Para melhorar a qualidade da mão-de-obra é preciso investir em educação e treinamentos constantemente.

O concreto usinado tem seu papel de importância no ganho de produtividade da obra, quando se utiliza este material em detrimento ao seu concorrente, o concreto convencional, há pelo menos 3 ganhos imediatos, o primeiro deles é o ganho de tempo, o fato é que, é muito mais rápido produzir concreto na usina ou em um caminhão betoneira do que no local da obra, essa diferença é tão grande quanto maior for o volume de concreto a ser produzido, o segundo grande ganho é de espaço, se o concreto não precisa ser produzido no local da obra, não é necessário dispor de locais no canteiro de obras para alocar areia, brita e cimento, com isso, é possível aproveitar melhor o canteiro de obras e deixar o local de trabalho mais limpo e desimpedido.

O terceiro ganho é o de recursos, quando se adquire concreto usinado, estamos evitando o desperdício de materiais, o que é muito comum de ocorrer quando o concreto é preparado na obra, portanto, no que se refere a produtividade, o concreto usinado é um grande aliado. 

Entrega

O quarto motivo para se utilizar concreto usinado em sua obra é o fator entrega, mais precisamente, estamos falando do processo logístico de entrega, que começa na fabricação, vai para o transporte e se encerra no recebimento do concreto no canteiro de obras.

O processo de entrega é tão importante e eficiente que exige uma norma específica para isso, a NBR 7212 é o documento responsável por garantir que a entrega ocorra segundo padrões estabelecidos no mercado, com isso, o construtor e empresário tem a garantia de que as usinas de concreto estão entregando um material de qualidade e no prazo correto, caso isso não ocorra por algum motivo, como por exemplo, a entrega demorar mais de 1h:30, o cliente pode simplesmente recusar o pedido, isso é um direito que a norma assegura.

Um dos motivos da entrega ser um fator positivo em relação a aquisição do concreto usinado, é o fato do transporte ser realizado com o caminhão betoneira, este veículo tem a capacidade de manter o concreto sendo misturado dentro do balão de aço enquanto ele está indo em direção ao canteiro de obras, isso garante que a qualidade e homogeneidade do concreto sejam mantidas intactas até o momento do recebimento.

Quanto ao recebimento, o caminhão betoneira, juntamente com o auxílio de outros equipamentos como bombas e mangueiras, tem a capacidade de levar o concreto até um local especifico da obra, garantindo um grande ganho de tempo, além de permitir que o canteiro de obras fique mais limpo e organizado.

Custo/benefício

O quinto motivo é talvez o mais importante do ponto de vista das empresas, em termos de custo, o concreto usinado é mais caro que o concreto feito no local da obra, isso ocorre devido aos custos com transporte, equipamentos, e o próprio custo do serviço prestado pela concreteira, no entanto, essa não é a melhor forma de se avaliar a viabilidade financeira do concreto usinado em uma obra, é preciso avaliar todo o contexto para entender que ele tem maior custo/benefício em relação ao concreto convencional feito em obra.

Vários benefícios relacionados ao uso do concreto usinado foram citados anteriormente, é fato que, os ganhos são proporcionais ao tamanho da obra, isso significa que quanto maior a obra e o volume de concreto usinado utilizado, mais significantes são os benefícios. Hoje, nas grandes obras, é praticamente impossível imaginar todo o processo de concretagem ocorrendo no canteiro de obras, com montanhas de areia e brita alocadas para produzir concreto, o ganho de espaço e tempo com toda certeza, pagam por si só o investimento.

Ao analisar a obra como um todo, veremos que o concreto e a mão-de-obra são dois dos maiores responsáveis pelo custo total da obra, sendo a mão de obra responsável por pelo menos 40% disto, sendo assim quando reduzimos o tempo das etapas construtivas, principalmente aquelas que utilizam mais recurso humano, estamos reduzindo o custo do empreendimento. Com a utilização do concreto usinado, é possível reduzir a quantidade de pessoas necessária para se executar algumas etapas da obra, além de acelerar o processo de concretagem, desde a preparação das formas até o preenchimento, com isso, haverá redução de custos e consequentemente, aumento do lucro.

O fato é que, quanto maior for a obra, mais evidente são os ganhos, inclusive financeiros, trazidos pela utilização de concreto usinado, de qualquer forma, os avanços tecnológicos tendem a tornar o concreto usinado cada vez mais acessível e presente nos canteiros de obra do Brasil e do mundo.

 

Se você gostou do nosso conteúdo e acredita que ele possa ser útil para um amigo, compartilhe agora com ele por meio das redes sociais!

Conheça mais sobre Concreto em nosso Blog do Concreto

Revisado por Eng. Bruno Reganati em 07 de abril de 2020

Clique aqui e faça um orçamento GRÁTIS!

Últimas postagens

Controle Tecnológico do Concreto Como comprar Concreto Online? Empresa de concreto ou fábrica de concreto? O que uma concreteira faz? 3 motivos para comprar Concreto Usinado Concreto bombeado ou concreto bombeável? A História do Concreto Concreto Usinado com Isopor EPS Qual o preço do concreto para 2020? Como comprar concreto usinado? Concreteira: o que é? Quais as vantagens? 5 motivos para se utilizar concreto usinado Qual a importância da água para o concreto? Como calcular a quantidade de concreto? Usina de concreto: Como funciona? Como montar uma? Como encontrar uma boa concreteira? Concreto de Endurecimento Rápido Por que usar o gelo no concreto? O que é o concreto translúcido? Como evitar bicheiras no concreto? Como evitar trincas no concreto? Como aumentar a eficiência do bombeamento de concreto? Concreto Sustentável: o que é? onde utilizar? O que é o Concreto Biológico? Concreto Auto-adensável: Como e Quando utilizar? Concreto Permeável: Como e Quando utilizar? O que é o concreto? Cimento ou Concreto? Como calcular o volume de concreto para sua obra? Tudo sobre Concreto Utilização de Aditivos na preparação de Concreto Usinado Durabilidade das Estruturas de Concreto Como realizar o slump test ao receber concreto na obra? Traço de Concreto Usinado Patologias no concreto: Como prevenir? Preço do Concreto Lajes Concreto Usinado Concreto Usinado: Principais Cuidados Cimento Portland: Tipos, Composição e Aplicação Concretagem: Passo a Passo, Cuidados e Execução Retração e Dilatação do Concreto Usinado Tipos de Concreto utilizados na Construção Civil Concreto Usinado: Tire suas Dúvidas Conheça tudo sobre: Concreto Usinado Cura do Concreto Usinado: O que é? Quais são os tipos de cura? Concreto Armado: O que é? Quais vantagens e desvantagens? Concreto Protendido: O que é? Quais vantagens e desvantagens? Concreto Usinado: Preço e Quantidade Concreto Usinado: Dicas antes da Contratação Concreto Usinado: Como calcular a quantidade para Laje? Concreto Usinado: Vantagens e Indicações